Buscar
  • Hostel Rua Direita

Pesquisa arqueológica revelou piso histórico no Theatro Sebastião Pompeu de Pina de Pirenópolis

Embaixo de uma das escadas do Theatro Sebastião Pompeu de Pina de Pirenópolis (GO), a 30 centímetros de profundidade, uma surpresa foi revelada: um piso histórico, que indica ser o original do edifício. Um trecho dele foi descoberto durante as pesquisas arqueológicas da obra de restauração do prédio, em andamento e promovida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).





O piso encontrado é um mezanelo cerâmico e está em estudo. A equipe de obra está analisando uma forma de preservação e a possibilidade de deixá-lo em evidência após o restauro do prédio. Fragmentos de telha colonial, cerâmica com marcas de uso, vidros, louça e metais também foram encontrados. Os achados são consequência dos trabalhos de escavação arqueológica realizadas durante a obra.

Uma situação parecida aconteceu com a recuperação do Mercado Municipal da Cidade de Goiás e da Casa de Enxaimel, em Pilar de Goiás. Nos dois, foram encontrados pisos antigos, que foram reaproveitados nas obras de restauração: o antigo piso de calçamento de pedras e o Beco do Jogo de Bola, respectivamente.


Obra de restauração


A restauração do Theatro Sebastião Pompeu de Pina iniciou em dezembro de 2019 e está prevista para ser concluída em junho de 2021. Dentre os serviços já executados estão demolições, remoções, desenvolvimento e compatibilização dos projetos executivos. Em andamento: prospecção arqueológica, reforço estrutural e de fundações. Serão executados também os serviços de recuperação arquitetônica integral do edifício, com a reestruturação da fachada frontal, instalações elétricas, hidrossanitárias (incluindo drenagem), climatização, instalações acústicas e cênicas adequadas para o uso do teatro, com espaços acessíveis e equipamentos de prevenção e combate a incêndio. A obra conta com recursos do Iphan no valor de R$ 4,1 milhões.


A história do teatro



Construído em 1899, por iniciativa de um grande incentivador da cultura na cidade, Sebastião Pompeu Pina, o Theatro de Pirenópolis, durante muitas décadas, foi intensamente utilizado para apresentações de danças, óperas, peças e espetáculos, e, ao longo dos anos, passou por diversas reformas, chegando a ser utilizado para outros fins.


Em 1977, devido ao risco de desabamento, o prédio foi interditado. Em 1979, o teatro voltou a suas atividades, quando a Fundação Cultural do Estado de Goiás comprou o imóvel e o restaurou. Já em 1999, ano em que o Teatro de Pirenópolis completou 100 anos, foi entregue à comunidade totalmente restaurado pelo Iphan, retomando sua feição original e as atividades condizentes para o local.


Para valorização do teatro, o Iphan entregou, em 2010, uma nova restauração, unindo história e tecnologia. Chamado de Entroncamento Cultural (em alusão ao antigo entroncamento das rotas comerciais), o novo espaço, intitulado de Praça dos Quintais, ganhou um anfiteatro, uma cafeteria e um terraço mirante, possibilitando ao visitante apreciar um dos visuais mais belos da Serra dos Pireneus. A intervenção teve como importante ganho a ligação entre o teatro, voltado para o Largo da Matriz, e o Cine Pireneus, voltado para a Rua Direita, por meio dos seus respectivos quintais. As novas instalações, formaram um conjunto cultural com grande potencial para eventos, festivais, encontros, uma verdadeira sala de visita da cidade Patrimônio Cultural.

O edifício integra o Conjunto Arquitetônico, Urbanístico, Paisagístico e Histórico de Pirenópolis, tombado pelo Iphan em 1990. Também protegido em âmbito estadual.



Mais informações para a imprensa Assessoria de Comunicação Iphan comunicacao@iphan.gov.br

Marianne Cardoso - marianne.cardoso@iphan.gov.br

(62) 99955-1399 www.iphan.gov.br www.facebook.com/IphanGovBr | www.twitter.com/IphanGovBr www.youtube.com/IphanGovBr


28 visualizações
TripAdvisor.png
Rua Direita nº 68 - Centro Histórico - Pirenópolis - Goiás - Brasil
(62) 99471-9196 / whatsapp (62) 99185-4109 Atendimento das 08:00 às 18:00

© 2020 por Hostel Rua Direita / Site por Englobe Design